Comunhão - Discipulado - Crescimento
Os pilares de uma juventude na igreja

Nosso e-mail de contato: pastoralgy@pentecostaldabiblia.com.br

GY CHURCH

Geração Y (GY) é uma referência sociológica aos que nasceram entre os anos de 1980 e 1990, também chamados de Geração do Milênio ou Geração da Internet.
GY CHURCH foi designado como o nome dos grupos de Jovens e Adolescentes de todas as Igrejas Pentecostal da Bíblia, transcendendo dessa forma seu conceito sociológico para se tornar a nossa identidade no ministério (Young Generation – Geração Jovem).
A proposta da GY Church é atender as demandas dos jovens  e adolescentes da Pentecostal da Bíblia, caminhando sob a mesma visão e objetivo, ser uma igreja Bíblica e Relevante em nosso tempo.

Os líderes da GY Church são denominados Pastores(as) GY.
A função do Pastor está ligada ao cuidado e orientação, qualidades que podem ser observadas no nosso bom Pastor Jesus Cristo, essa essência também deve estar presente em um líder de jovens e adolescentes, indo muito além de títulos formais quando exercida pelo chamado e vocação.
O Pastor(a) GY tem responsabilidade sobre o “rebanho” de Jovens, pois se trata de modo geral do rebanho de Deus que ele confiou ao nosso cuidado.

Trabalhos GY

Porque a hora é agora! (Eis aqui agora o tempo aceitável, eis aqui agora o dia da salvação – II Cor. 6.2)

Assim são denominados os cultos da GY (cultos de jovens), com a finalidade de atender as demandas da vida do jovem e conscientiza-lo da resposta que deve dar a oportunidade e chamado da salvação.

Com a utilização de linguagem adequada, meios tecnológicos e/ou outras fontes que comuniquem de melhor forma a geração de jovens a mensagem do evangelho. O principal objetivo do GY NOW é aplicar a Palavra de Deus a realidade vivenciada pelo jovem e/ou adolescente.

Além dos limites do templo!

São os encontros realizados pelos jovens fora do ambiente do templo, proporcionando o estreitamento dos laços de amizade (comunhão e discipulado). Um dos principais focos do GY Mais é apresentar a realidade do evangelho, que não deve ser entendida apenas como uma religião exclusiva do templo, mas trazer para a prática e para o relacionamento o verdadeiro sentido de ser igreja. O GY Mais também pode ser relacionado ao evangelismo.

Alguns exemplos de aplicação: GY Mais – Caminhada no parque; Circuito Bike; Culto no lar; evangelismo público e etc.

Obs: Cines, noites da pizza, ou qualquer outro encontro que não seja culto, mas realizado no templo, será também denominado como GY Mais, pelo fato de sua finalidade (Comunhão e discipulado).

Substitui o chamado congresso. É um trabalho diferenciado realizado pela GY Church, com a finalidade de atender demandas percebidas no decorrer de um período (podendo ser realizado mais de uma vez no ano). O GY ON pode ser organizado com temas, palestras, conferência, cines, momentos de comunhão (fusão com o GY Mais) e etc., possibilitando sua organização em diferentes períodos de duração (ex: de quinta a domingo ou apenas em um sábado).

Os pilares para uma juventude na igreja!

Todos os dias, continuavam a reunir-se no pátio do templo. Partiam o pão em suas casas, e juntos participavam das refeições, com alegria e sinceridade de coração, louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo. E o Senhor lhes acrescentava todos os dias os que iam sendo salvos (BIBLIA NVI).
Atos 2.46-47

Muitos acontecimentos importantes são descritos no livro de Atos dos apóstolos, são relatos que cremos não serem apenas históricos. Na passagem citada é possível identificar pilares de uma igreja saudável, firmada na doutrina dos apóstolos e em expansão (At 2, 42).

Os primeiros cristãos viviam uma intensa comunhão, juntos partiam o pão, reuniam-se no templo e dividiam o espaço de suas casas voluntariamente, demonstrando terem uma vida e objetivos em comum.

A comunhão de Jesus com os que se tornariam seus apóstolos refletia a condição deles, eles eram os seus discípulos! Assim como Jesus partiu o pão na mesa com os seus discípulos a igreja de Atos também continuou a reproduzir esse relacionamento (Mt 26, 26). Na comunhão com o outro o discipulado é um resultado certo, o louvarmos a Deus juntos nos possibilita a transmissão dos valores do reino, proporcionando também o cuidado intencional e o amadurecimento.

As ações práticas da comunhão e do discipulado na igreja confirmam que ela está em condições de receber novos “irmãos e irmãs”. Uma igreja saudável é indicação de Deus e sua fama logo se espalha. Depois de recebermos o amor de Deus, desfrutarmos da comunhão dos santos e do discipulado, o resultado será o crescimento da igreja, como fruto do agir de Deus (1 Co 3,7).

Fica claro que uma igreja que não almeja o crescimento se perdeu em sua teologia e acaba por sobreviver em um sistema fechado. São muitas as orientações que a bíblia nos dá no novo testamento e que apontam para o crescimento do Reino de Deus, como: a necessidade de mais trabalhadores para a colheita; ide e fazei discípulos de todas as nações; pregai o evangelho a toda criatura; eu os escolhi para irem e darem fruto; serão as minhas testemunhas até os confins da terra, sempre anunciando e esclarecendo as boas novas de Jesus (Mt 9, 38; Mt 28,19; Mc 16,15; Jo 15,16; At 1,8; At 8:35).

Há muitas outras passagens em toda a bíblia que nos incentivam a desejar e trabalhar pela salvação de outras pessoas, ensinando-as a crer no messias prometido, o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.

Comunhão: A comunhão sempre foi propósito de Deus para a sua igreja, que desde seu nascimento está alicerçada na unidade que há em Cristo. Esse propósito divino também se aplica aos Jovens, que desfrutarão de bênçãos e experiências que somente o envolvimento com o corpo de Cristo poderá proporcionar.

Discipulado: O discipulado surge do convívio, no relacionamento com o outro, possibilitando aos jovens a transferência de valores e o cuidado intencional que levam ao amadurecimento. O discipulado é a essência da missão que Cristo nos deixou e o caminho para refletirmos no próximo a vida que recebemos.

Crescimento: Quando os jovens vivem em comunhão e discipulado, projeto de Deus para o corpo de Cristo, então o crescimento será o resultado, desse modo as almas preciosas que antes não conheciam o amor de Deus agora poderão conviver na unidade de uma igreja.

Comunhão, discipulado e crescimento, projeto de Deus para uma juventude Bíblica e Relevante.

Menu