Zelando o maior patrimônio do Reino de Deus

Nosso e-mail de contato: cdfp@icpbb.com.br

Acontece no CDFP

Janeiro Branco 2020

Descrição do Projeto

A nossa denominação tem zelado pelo maior patrimônio no Reino de Deus que são as pessoas, e o nosso objetivo é o cuidado e o zelo com os pastores, pastoras, e seu núcleo familiar no âmbito espiritual, psicológico, social e ministerial.

Atuamos desde 2013, juntamente com as lideranças e seu núcleo familiar, orando, visitando, oferecendo um atendimento humanizado e especializado visando acolhimento, escuta, orientação e acompanhamento com base na abordagem psicossocial.

O projeto surgiu, através da preocupação da Diretoria Nacional da Igreja Pentecostal da Bíblia, com a saúde emocional dos seus pastores e pastoras, que muitas vezes cuidam de outras pessoas, não cuidando de si próprios; não investindo no autoconhecimento, e encontrando-se esgotados, desmotivados em relação ao desempenho vocacional, o que vem refletir no âmbito familiar. Deste modo não tem motivação para desenvolver suas potencialidades, impossibilitando seu crescimento ministerial e familiar.

O trabalho que vem sendo desenvolvido, é pioneiro na denominação, este possibilita aos líderes a reflexão e a compreensão de suas responsabilidades, frente ao papel que exercem na instituição. Entretanto oferecemos apoio e orientações direcionadas pela profissional de psicologia em alguns aspectos tais como:

  • Autocuidado
  • Autoconhecimento; Prazer e Sofrimento na realização do vocacionado a pastor (a);
  • Motivação humana,
  • Realização pessoal e reorganização familiar.

O nosso intuito é poder colaborar para este processo de transformação, tornando possível entender o fenômeno do comprometimento e conseguir o envolvimento da liderança no empenho com a causa, tornando assim sujeitos mais autônomos e produtivos, capazes de ter atitudes sem esperar o comando ou solicitação para agir, ou seja, sair de sua zona de conforto.

A liderança nacional, frente as necessidades apresentadas pelos líderes das igrejas locais, vislumbrou-se que existem inúmeras dificuldades no desempenho deste papel, percebendo que talvez o sofrimento esteja relacionado a: excessiva carga de trabalhodiversidades de atividades, tempo reduzido para o descansogrande exigência moral, posição de liderança, expectativas dos membrosadministração eclesial, lidar constantemente com a  problemática das pessoas e renúncia dos prazeres. Tendo em vista essas fragilidades, notou- se a importância de trabalharmos o autoconhecimento para fortalecer o líder em suas relações psíquicas, sociais e espirituais. Para isso, teremos a finalidade de estimular, encorajar e apoiar os pastores, bem como o núcleo familiar, na busca de soluções para as diversas situações que possam surgir no decorrer da execução do projeto, promovendo saúde mental, estimulando a relação interpessoal, possibilitando à conscientização de que, observando os princípios bíblicos,  este possa tornar-se autor da própria transformação.

O objetivo deste projeto tem por finalidade trabalhar a liderança pastoral, gerando transformação no contexto de valorização do vocacionado a pastor na instituição da ICPBB. Desta forma, iniciamos o projeto “Cuidando da Família Pastoral”, pois entendemos que é de extrema relevância o cuidado com quem dedica sua vida a cuidar de outros.

Contudo levando em consideração que a imagem construída da figura do pastor é uma questão significativa, acredita que o vocacionado pastoral é visto como um mito que se propaga por meio de milagres, êxitos e santidade. Tornando-se um ícone, cuja imagem são atribuídas as ações e condutas; o que para muitas profissões não são impostas, gerando assim uma sobrecarga que o impede de crescer, e sair de sua zona de conforto, impossibilitando o seu desenvolvimento interpessoal e vocacionado.

Ressaltamos que além das atribuições esperadas de um líder, devemos lembrar que o núcleo familiar é um coadjuvante neste processo, que sofre todos os desdobramentos que a função exige. Neste sentido, temos intenção de sermos facilitadores na dinâmica familiar, visando orientar os membros e auxiliar nas demandas apresentadas no decorrer deste acompanhamento psicossocial.

O trabalho vem sendo desenvolvido através de:

  • Acolhimento e escuta qualificada;
  • Motivação da liderança pastoral na busca por aprimoramento e capacitação profissional e ministerial;
  • Conscientização sobre a importância de melhoria na qualidade de vida;
  • Encorajamento a auto estima individual e familiar;
  • Fortalecer a integridade psicoemocional, reforçando a dinâmica interna de cada indivíduo para que este possa redescobrir seus valores, potencialidades, tornando-se um sujeito mais autônomo, capaz de gerir sua própria vida e consequentemente facilitador na vida de outros indivíduos;
  • Reforçar a autoconfiança individual, diante de sua capacidade de evoluir e de se desenvolver;
  • Estreitar os vínculos familiares e da comunidade eclesiástica;
  • Facilitar o fortalecimento da família, acentuando o sentimento de união e identificação dos seus valores culturais e religiosos.

O desenvolvimento do projeto acontece por intermédio de visitas domiciliares, aplicação de questionário; rodas de conversa e dinâmicas de grupo; bem como entrevistas individuais, conforme cronograma elaborado previamente, plantão psicológico e aconselhamento bíblico pastoral.

Luciana Bachega

Psicóloga Social

Também é Terapeuta Comunitária em formação, Aprimoramento em Terapia Familiar de Grupo, atuará no Ministério “Cuidando da Família Pastoral” com as seguintes ações:

Acolhimento e escuta qualificada, direcionadas aos pastores e pastoras e demais membros familiares para levantamento das demandas, tendo em sua prática a garantia do sigilo profissional, através das visitas domiciliares;

Elaboração do plano de atendimento e desenvolvimento das ações específicas para os casos acompanhados;

Orientação, Acompanhamento e encaminhamentos pertinentes à demanda apresentada;

Plantão Psicológico para os líderes e núcleo familiar;

Fortalecer a integridade psicoemocional do líder, reforçando a dinâmica interna de cada indivíduo para que este possa redescobrir seus valores, potencialidades, tornando-se um sujeito mais autônomo, capaz de gerir sua própria vida e consequentemente facilitador na vida de outros indivíduos;

Facilitar o fortalecimento da família, acentuando o sentimento de união e identificação dos seus valores culturais e religiosos;

Encorajar a autoestima individual e familiar;

Reforçar a autoconfiança, diante de sua capacidade de evoluir e de se desenvolver;

Promover ações para a melhoria na qualidade de vida.

Desenvolvimento da Metodologia:

O Ministério para filhos e filhas de pastores e pastoras tem o objetivo de oferecer escuta, apoio, suporte e orientação relacionados à vida pessoal, familiar e espiritual. Além do acampamento anual, temos encontros temáticos semestrais com a família pastoral, bem como acompanhamento individual, aconselhamento bíblico e psicológico para melhor atender às demandas apresentadas pelo FIPAS.

Atuação

> Atendimento Psicossocial

> Avaliação e Encaminhamentos

> Visitas Domiciliares pré-agendadas pela Psicóloga

Agenda

> Acampamento Anual FIPAS

> Encontros Temáticos semestrais com os FIPAS

> Encontros Temáticos semestrais com a Família Pastoral

> Papo de Pastor todas as segundas às 20h – Sede Nacional

> Papo de Esposas de Pastores toda a última terça do mês às 16h – Sede Nacional

Parcerias

> Faculdade UNINOVE

> Faculdade Refidim

> Clínica Nutress (Nutrição, Saúde e Bem-estar)

> Clínica Médica, Psicológica e Psiquiátrica

> Rede de Apoio

Depoimentos

O cuidado pastoral que temos recebido tem sido muito bom, primeiro com a atenção que a diretoria nacional tem tido conosco, na atenção, preocupação de saber de nossas necessidades, se está tudo bem comigo, com meu ministério. E estende este cuidado pra minha família, só tenho a agradecer, pois o atendimento que minha filha está recebendo com a psicóloga Elaine e com o psiquiatra Dr Lucas, tem sido muito bom, ela melhorou muito, a alegria, o convívio, voltou a novamente se relacionar conosco, voltou a conversar. Tem sido maravilhoso!!!

Com minha esposa da mesma maneira o atendimento que ela tem recebido com o a psicóloga Miriam, tem ajudado muito ela nesse momento de transição e mudança que passamos em nossa vida.

No demais estendo minha gratidão ao Ministério CDFP (Cuidando da Família Pastoral), a Diretoria e a todos envolvidos neste cuidado.

Deus abençoe a todos.

Família Atendida pelo CDFP | Junho/2019

A família pastoral foi muito importante para mim, tive o acompanhamento com a psicóloga Luciana que me ajudou a me recuperar de alguns traumas que ficou por conta da depressão que eu tive, através da vida dela, consegui enfrentar alguns obstáculos e me aceitar da forma como eu sou, ela também me ajudou a fazer um curso que eu queria muito, o curso de cabeleireira, onde eu fiz muitas amizades, um ambiente muito gostoso com pessoas maravilhosas. O curso me ajudou muito também na minha recuperação. Quero agradecer primeiro a Deus, o Cuidando da Família Pastoral e a Luciana por ter me ajudado, hoje eu estou 100% boa.

Que Deus abençoe poderosamente a vida de todos vocês com este trabalho que é cuidar da família pastoral.

Atendida pelo CDFP | Maio/2019

Eu e minha esposa louvamos à Deus pelo cuidado da nossa denominação, isso tudo é muito importante para que nossos pastores e esposas possam ser cuidados e sarados para podermos cuidar do povo de Deus com excelência.

Eu e minha esposa estávamos com muitos problemas emocionais e isso afetava a nós mesmos e nossos filhos, e claro, não dava para exercer o trabalho que Deus nos chamou para desempenhar com qualidade. Eram dias de muitas lutas emocionais, que como cristãos as vezes queremos sempre espiritualizar tudo, mas só bastava um olhar de um profissional da área, as crises de ansiedades, desânimos constantes, faziam parte da nossa vida. Nós pastores não temos muitas pessoas para abrir o coração por vários motivos, é uma profissão solitária, mas nos acompanhamentos é possível abrir o coração para um profissional (psicólogo) e isso nos deixou confortados, nos sentimos bem à vontade!

Depois das terapias e acompanhamentos começamos a melhorar as situações e circunstâncias de uma forma melhor, claro que não nos livrou de conflitos, pois lidamos constantemente com as pessoas e uns com os outros, e cada pessoa é diferente, nossa luta não terminou, mas podemos dizer que boa parte dela já foi vencida para a glória de Deus!

Nossa gratidão e orações a todos da Diretoria Nacional e a Psicóloga Luciana!

Família Atendida pelo CDFP | Abril/2019

Seja um patrocinador deste Projeto CDFP (Cuidando da Família Pastoral)

Menu